DESTINO #1: ARGENTINA VOLTA AO MUNDO ONEWORLD

 

por: Thiago Borbolla

¡Hola Chicos! ¿Como están? Entre as muitas coisas que quem visita o Brasil espera, futebol e o churrasco estão entre as principais. Quem vem de fora conhece Pelé, Neymar e Romarinho, e quer comer aquela carne que vem no espeto e é cortada no seu prato. Chamam o Brasil até de país do futebol!

Isso porque não visitaram a Argentina. ;)

Uma das primeiras coisas que os taxistas falam com você, ao perceberem que é brasileiro, é sobre futebol. Conhecem todos os clubes, alguns hinos e até um “Vai Corinthians!” ouvi do Carlos, que me levou do hotel até o Aeroporto de Ezeiza, em pleno dia de Greve Geral.

Aqui, os argentinos não costumam ficar calados frente ao que não gostam. Por qualquer coisa eles protestam, fazem greves e enfim, se fazem ouvidos. Seja nos muros da cidade, seja na frente da Casa Rosada – sede do Governo… Eles não sossegam.

Assim como as torcidas de futebol. Em Buenos Aires há pelo menos três grandes clubes: San Lorenzo, para o qual o Papa Francisco torce; River Plate, o segundo mais popular; e Boca Juniors que, como eles mesmo dizem, são “la mitad mas uno”.

Foi lá no Museo de la Pasion Boquense, dentro da famosa Bombonera (que tem esse apelido por conta de sua forma), que tivemos alguns grandes momentos desta viagem. A Alana, guia do museu, nos mostrou diversos pontos do estádio, o barulho que faz a torcida – e o quanto ela pressiona os times adversários, cujos vestiários ficam logo abaixo da principal, mais barulhenta e fanática torcida deles.

A gente, que gosta tanto de futebol, só vê essas coisas pela TV e fica fascinado, imagina conhecer por dentro? Literalmente? A visita guiada custa apenas 10 pesos a mais que a “simples”, e vale cada centavo.

Assim como a comida de Buenos Aires. :)

Em frente ao estádio há um bar, chamado La Glorieta de Quique, todo temático, azul e amarelo. É onde a torcida do Boca, os xeneizes ou BOSTEROS (sim!), se reúne antes dos jogos, pra beber e comer carnes. Aquelas carnes.

Foi lá que conheci o Fabian, o “asador” da Glorieta. Torcedor do Boca – como todos que trabalham por lá, ele contou um pouco da história do bar: existe há mais de quarenta anos e tem esse nome em homenagem ao primeiro campo onde o Boca jogava. E lá, apenas torcedores do Boca. “Torcedor do River Plate não pode!”, brincou. E Corintianos? “Huuum… Todo bien”, disse, contrariado. :)

Enfim: Buenos Aires é conhecida por sua gastronomia – não tão variada, mas muito, MUITO boa. Massas e pizzas, trazidas pelos imigrantes italianos, além das famosas empanadas e parrilladas, te fazem sair como uma bola daqui. Ou, no meu caso, ainda mais.

Mas tudo bem: estamos no país do futebol. E quanta paixão esse pessoal tem…

… Por tudo.

See you in Los Angeles! :)

Presentation1

TAGS: , , , , , , , Comentários: (0)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.