Onde praticar alguns ESPORTES RADICAIS

 

Em 19 de fevereiro é comemorado o Dia do Esportista. Que tal comemorar a data em grande estilo? Se os esportes radicais já fazem parte da sua vida, programe-se para praticá-los em novos destinos (tanto no Brasil quanto no exterior). Se ainda não fazem, depois de terminar de ler este post vai querer sentir aquele friozinho na barriga!

Quem já pulou de bungee jump sabe que a experiência é inesquecível. Tem coragem? A melhor cidade para a prática deste esporte é Paulo Afonso, na Bahia. Lá também é possível praticar motocross, canyonismo e rapel.

Quer praticar rafting? Foz do Iguaçu é o destino ideal: as águas do Rio Iguaçu são perfeitas para esta prática. Neste destino, também é possível praticar o arvorismo, esporte praticado na copa das árvores. A aventura vale muito a pena!

Já o Rio de Janeiro é um dos principais pontos para quem deseja voar de asa-delta. O ponto de salto fica na Pedra Bonita! Já imaginou que linda deve ser a vista da cidade maravilhosa lá de cima?

O que acha de praticar ciclismo na Bolívia? A famosa Rota da Morte possui curvas sinuosas e garante adrenalina! A viagem de bike começa em La Cumbre e o trajeto tem uma extensão de 66 quilômetros (claro que com paradas estratégicas para descanso).

O mergulho também é um esporte sensacional e que enche os olhos com os belíssimos cenários do fundo do mar. A Caverna dos Ojos, no México, é o lugar ideal para a prática e possui uma beleza surpreendente!

E no Canadá, na montanha Squamish, você tem um dos lugares mais procurados para quem quer praticar escalada, seja experiente ou iniciante.

Você já praticou algum desses esportes? Conte para nós como foi!

Foto por Bruno Leveau

TAGS: , , , , Comentários: (0)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.

Conheça as casas do PAPAI NOEL

 

O Papai Noel é parte da magia do Natal. Quem, quando criança, nunca sonhou em conhecer a casa do bom velhinho? E se você descobrisse que ele tem várias casas pelo mundo, o que faria? Pois nós descobrimos algumas moradias criadas especialmente para ele. E encontramos uma no Brasil também!

A casa brasileira do bom velhinho fica no centro de Gramado, Rio Grande do Sul, e é conhecida como a Aldeia do Papai Noel. Os cômodos são todos decorados e, no escritório, ficam as cartinhas com os pedidos de todas as crianças que escrevem para ele. As crianças que visitam o local ganham guloseimas e podem ver de perto as renas (de verdade!) no jardim.

Foto: Veja no Mapa

Em Chicago, nos Estados Unidos, o Papai Noel – ou Santa Claus, como é conhecido por lá – também tem uma casinha: a Santa’s House. Além disso, a cidade sedia um grande evento natalino, o Christkindlmarket, uma grande feira de Natal, com música, comida e uma decoração iluminada!

A lenda de que o Papai Noel tem uma casa no Alasca também é real! Ela existe há 50 anos e é visitada por inúmeros turistas, do mundo inteiro. Uma estátua gigante no lado de fora e um presépio em tamanho real (com alces, ursos…) fazem parte da decoração da gelada Santa Claus House!

O mais famoso escritório do Papai Noel fica na Lapônia (Finlândia) e recebe milhares de cartas por ano. A casa, minuciosamente decorada, foi aberta em 1992 e, desde então, já foi ampliada duas vezes. Lá, ainda é possível encontrar os ajudantes do bom velhinho: elfos, renas e até a Mamãe Noel. As crianças e adultos se encantam com a magia do local.

Pronto, agora você já sabe que as casas do Papai Noel existem e já sabe até onde elas ficam! Já escreveu a sua cartinha?

Fotos: Divulgação

TAGS: , , Comentários: (0)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.

Intercâmbio: escolha seu destino e ARRUME AS MALAS!

 

Você já pensou em fazer intercâmbio? É uma oportunidade para aprender um novo idioma, dar um “up” na carreira, ter uma nova experiência de vida ou até mesmo para fazer amizades. O importante é escolher o destino certo para viver esta experiência.

Para descobrir a melhor opção, considere seus gostos pessoais e determine um objetivo. Você pode escolher trabalhar, apenas estudar, se especializar em sua carreira ou viver uma cultura diferente, mas pode não aproveitar ao máximo caso não se adapte ao clima ou dedique o tempo necessário para esta viagem. Tendo isto em mente, aqui vão algumas dicas:

Inglaterra
Para quem quer estudar e viajar, a terra do Big Ben é o destino perfeito. Londres, Oxford e Cambridge são cidades referência quando o assunto é Educação Internacional. E, além disso, você pode aproveitar para conhecer outros países enquanto faz seu intercâmbio: é possível passar um fim de semana em Paris, outro em Amsterdã ou ainda dar um pulinho em Barcelona.

Nova Zelândia
É o destino mais procurado por jovens que adoram aventuras – porque nem só de estudo se faz um intercâmbio. O país possui paisagens incríveis, cenários de diversos filmes famosos, é seguro, multicultural e ainda com a vantagem de não exigir visto para brasileiros que querem estudar por até 90 dias. Sem falar nas praias de água transparente, picos nevados, vulcões, lagos… E muita aventura no país mundial dos esportes radicais.

Austrália
Para quem deseja fazer intercâmbio sem enfrentar diferenças bruscas de clima, a Austrália com seu clima tropical, é uma boa opção. É também ideal para quem deseja trabalhar em paralelo ao curso ou pretende ficar por mais tempo. A “terra dos cangurus” possui uma beleza natural sem igual, com desertos, montes nevados e mais de dez mil praias que são o sonho de qualquer surfista!

Canadá
Se você adora o frio e seu sonho é esquiar na neve, este destino é ideal. Além da facilidade para obter o visto, o preço também é mais acessível e, por isso, tem sido escolha de muitos intercambistas. No Canadá, você pode estudar o Inglês e o Francês ao mesmo tempo, já que o país foi colonizado por duas das principais nações europeias. Além de paisagens belíssimas, do Canadá também é possível observar um dos fenômenos mais fantásticos da natureza: a Aurora Boreal! Gostou? Então entre e sinta-se em casa: os canadenses também são bastante hospitaleiros.

Estados Unidos
Os Estados Unidos é um dos países preferidos quando o assunto é curso de idiomas – e ir às compras! Há muitas escolas e universidades que oferecem cursos de Inglês em diversas especialidades e o país atende a todo tipo de público. E, além disso, você pode aproveitar o tempo para conhecer Hollywood, Miami, Los Angeles, Nova Iorque, Las Vegas e outras cidades encantadoras.

São muitas opções de destinos para você fazer um intercâmbio. Com a gente, por meio da Star, você pode escolher entre mais de 1.300 destinos em todo o mundo! Por isso, vale lembrar que o melhor destino para o seu intercâmbio é sempre aquele que tem tudo a ver com você.

TAGS: , , , , , , , , , , , Comentários: (1)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.

Comentários

  1. antonio carlos h. coelho

    talvez eu irei fazer intercâmbio em 2013

Onde comer o melhor hambúrguer em Nova York

 

Viajar é sempre ótimo para conhecer novas pessoas, novos lugares, fazer compras e – por que não? – comer também. Recebemos a missão de listar os 5 melhores lugares para comer hambúrguer em Nova York e a escolha foi bastante difícil, afinal, o “burger” é um prato típico americano e isso eles sabem fazer muito bem.

A nossa lista é completamente contestável e você pode incluir as suas dicas nos comentários. A ideia é tornar este post um banco de dados para os apaixonados por hambúrgueres. Então já sabe: não visite Nova York sem olhar este post antes. ;)

5) 5 Napkin Burger
Para os amantes dos “burgers” gigantes, o 5 Napkin Burger é a pedida. Os sanduíches são enormes e servidos no prato. Mas se você prefere uma opção mais light, peça o Inside Out Burger que, ao invés de pão, vem entre folhas de alface.

4) Shake Shack
Esta hamburgeria recebe ótimas críticas todo ano. Você pode esperar longas filas na loja que fica na região da Times Square. O Shake Shack também é famoso por seus milkshakes de vários sabores e a trilha sonora de suas franquias espalhadas pela cidade.

3) Bareburger
A dica é para quem curte comida natural. O Bareburger é famoso por seus lanches orgânicos. Os ingredientes são fornecidos por agricultores locais e o menu oferece diversas opções de carne – de avestruz a carne bovina. O melhor de tudo é que você pode montar o seu lanche, escolhendo o pão e acompanhamentos. Vale conhecer!

2) J.G. Melon
Clássico lugar estilo “dinner” no Upper East Side. Os lanches são todos tradicionais e extremamente saborosos. A hamburgueria fica aberta até as 4h da manhã, então espere encontrar filas de pessoas saindo da balada para provar os sanduíches famosos da casa. Não deixe de provar o chili do J.G. Melon, é igualmente delicioso!

1) Burger Joint
Campeão da nossa lista e eleito o melhor hambúrguer de NYC ano passado, o Burger Joint é quase uma aventura. Em primeiro lugar, ele fica escondido nas dependências do hotel Le Perker Meridien. Não espere encontrar uma placa enorme indicando o caminho. Chegar à hamburgueria é um desafio que depois é recompensado pelo lanche delicioso. Em segundo lugar, tenha paciência com as filas. O Burger Joint fica num pequeno espaço dentro do hotel e está sempre lotado, principalmente no horário de almoço e por ficar numa região turística da cidade. Importante: antes de chegar ao caixa, tenha seu pedido em mente. Eles não gostam de demora e mandam os indecisos para o final da fila. Depois de todo o sufoco, aproveite o hambúrguer delicioso. Vale a pena!

Gostou das nossas dicas? Compartilhe as suas com a gente, boa viagem e bom apetite! :-)

TAGS: , , , , , , , Comentários: (4)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.

Comentários

  1. JustinE gouvea

    SensacionaL! Já adicionei as dicas ao meu guia para o final do ano. ;)

  2. Rose Dossin

    estou com viagem marcada para n.Y. e toda e qualquer dica é valiosa nesta hora. Adorei!

  3. Thiago Cesar Busarello

    Excelente! Deu agua na boca!

  4. João Lúcio

    muito Legal!!!
    mas nas dicas ai, ser light com HAMBÚRGUER não rola!!
    se for pra comer, tem que mandar ver na caloria!! heheheh

Aproveite as dicas de Paula Pfeifer para VIAGENS AO EXTERIOR

 

Paula é uma cientista social, funcionária pública e blogueira que viaja por todo o mundo. Recentemente, ela participou da nossa Revista TAM Nas Nuvens, contando algumas de suas experiências em viagens ao exterior, e aproveitou sua última passagem pela Europa para compartilhar algumas dicas de como organizar o roteiro para ter a melhor experiência possível.

Ah, por acaso, nossa convidada tem deficiência auditiva e uma rica bagagem de histórias e desafios que já enfrentou na hora de explorar terras estrangeiras. Sendo assim, confira a seguir algumas dicas que a Paula separou para você, basta clicar em cada um dos tópicos abaixo. Ao final você encontra ainda algumas tarifas imperdíveis para voar à Europa e colocar estas dicas em prática!

 

“Fazendo valer a fama de organização dos virginianos, já que faço parte do time, aqui vai uma lista de coisas que se deve fazer para planejar e executar uma viagem à Europa (ou para qualquer destino no exterior). Quanto ao roteiro, é uma questão de gosto, mas também se deve levar em conta a questão logística.”

  • • De 6 a 3 meses antes de embarcar

    •Compre as passagens – quanto maior a antecedência, melhor o preço, e, além disso, alguns cartões de crédito oferecem parcelamento especial e descontos também. Você já pode aproveitar e comprar o seguro viagem/saúde internacional, que geralmente é obrigatório;
    •Faça uma tabela de dias de semana + número dos dias para saber quando você vai estar em cada lugar e organizar as datas de check-in e checko-ut dos hotéis a partir dela;
    •Verifique se o passaporte está em dia;
    •Faça extensa pesquisa sobre hotéis e aluguel de apartamentos por temporada;
    •Compre um caderninho e comece a anotar os nomes e endereços dos restaurantes/lojas/cafés que você quer conhecer em cada cidade;
    •Compre livros como o Time Out que vêm com um mapa detalhado das ruas das cidades;
    •Verifique a agenda de shows e exposições para poder comprar ingresso antes que eles esgotem;
    •Marque hora no médico caso você faça exames de rotina esporádicos, pra saber se a saúde está em dia;

  • • 1 mês antes

    • Faça a carteira de motorista internacional caso pretenda alugar um carro (paguei uma pequena taxa e ela ficou pronta em dez dias úteis). A CNH internacional tem a mesma validade da sua CNH;
    • Finalize a reserva dos hotéis e, se possível, deixe pago a maioria deles – assim você chega lá zerado de dívidas;
    • Imprima mapas mais específicos usando o Google Maps (vai saber se rola wi-fi livre aonde você estiver né) do aeroporto para o hotel, do hotel até a estação de trem, etc;
    • Faça reservas em restaurantes badalados que queira visitar, por garantia;
    • Pesquise com os amigos, ou em sites, indicação de transfer de segurança (chegar de madrugada em algum lugar e não ter um transfer agendado é tenso);

  • • 1 semana antes

    • Ligue para os cartões de crédito e avise que você vai viajar para que não bloqueiem seu cartão enquanto estiver no exterior;
    • Não esqueça suas senhas de saque de $$ dos cartões (sempre esqueço!!);
    • Junte a papelada que podem pedir na imigração: comprovante de residência, de trabalho, etc…
    • Imprima toda a papelada que comprove a sua viagem: voos, reservas, trens. Eu inclusive levo as faturas de cartão de crédito nas quais já tenham sido debitadas reservas ou qualquer coisa paga antecipadamente;
    • Pague ou agende o pagamento de contas que vão vencer enquanto você estiver fora;
    • Faça uma mala “simulada” e a pese, para saber se vai pagar excesso de bagagem;

  • • 3 dias antes

    • Envie emails para os hotéis reconfirmando as reservas;
    • Organize a carteira e os documentos que vão viajar com você, e coloque junto o endereço dos hotéis (eu costumo colocar essas informações também em aparelhos que sempre uso);
    • Carregue 100% a bateria de sua máquina fotográfica;
    • Ative o internet banking (seu e das pessoas que vão viajar com você) no laptop ou tablet que for levar na trip;
    • Compre euros/dólares;
    • Deixe todo o seu roteiro (com endereços,datas, telefones e números de vôos) para uma pessoa da família.

 

Agora que você já conhece todas as dicas, aproveite estas tarifas* imperdíveis e voe para a Europa!

- De São Paulo (GRU) para Milão a partir de 799¹ dólares ida e volta: clique aqui.
- Do Rio de Janeiro (GIG) para Frankfurt a partir de 1.109² dólares ida e volte: clique aqui.
- De São Paulo (GRU) para Londres a partir de 1.230³ dólares ida e volta: clique aqui.
- De São Paulo (GRU) para Madrid a partir de 1.0024 dólares ida e volta: clique aqui.

*Tarifas e condições sujeitas a alterações sem aviso prévio, válidas enquanto houver disponibilidade de assentos. Os preços em dólar norte-americano serão convertidos para real pelo câmbio do dia da compra. As informações integrais e detalhadas sobre as regras/restrições específicas das tarifas anunciadas estão disponíveis para consulta no site www.tam.com.br, central de atendimento e demais canais de venda.

¹para viagens entre 14 de julho e 15 de dezembro de 2012.
²para viagens até 19 de junho, entre 21 de julho e 19 de agosto, ou entre 21 de setembro e 14 de dezembro de 2012.
³para viagens até 16 de junho, ou entre 18 de julho e 08 de dezembro de 2012.
4para viagens entre 23 de julho e 31 de outubro de 2012.

Comentários: (3)


Comente esse post

Todos os comentários do blog passarão por moderação da equipe monitora, sendo excluídos todos os comentários contendo quaisquer tipos de ofensas ou discriminações.

Comentários

  1. enrique

    viajes al exterior

  2. MARIA LETICIA

    Gostei e acho muito útil esse tipo de post.

  3. sylene mendes goitacaz

    Parabéns pela nova iniciativa da fussão, que seja melhor para o empresario e os passageiros.